Julgamento absurdo

19:02 Net Esportes 8 Comments

"Este foi o pior julgamento da história da Fórmula 1. A mais pervertida sentença que eu já vi", essa frase foi dita pelo ex-piloto Niki Lauda, mas ele não foi o único que criticou a punição dada a Lewis Hamilton na GP da Bélgica, pois tanto a imprensa britânica quanto a italiana condenaram a atitude da FIA, em um dos mais absurdos julgamentos da história.

Com 25 segundos acrescentados no tempo total de sua prova, Hamilton saiu de primeiro colocado para terceiro, a direção de prova alega que ele cortou pela chicane e levou vantagem na disputa acirrada com Kimi Räikkönen já no final da corrida, foi uma das chegadas mais espetaculares e emocionantes dos últimos anos, mas conseguiram estragá-la completamente.

Hamilton só teve a chance de vencer a corrida nas últimas voltas apesar de ter largado na pole, ele perdeu a posição para Räikkönen que saiu em quarto lugar, mas quando a chuva começou faltando apenas três voltas, ele passou a pilotar muito melhor que o finlandês, e no duelo vazou a chicane para evitar a colisão com a Ferrari, deixou o atual campeão ir pra frente mas em seguida retomou a ponta.

Räikkönen acabou batendo e o lucro foi de Felipe Massa que vinha logo em seguida, na visão do brasileiro o piloto inglês deveria esperar mais tempo para ultrapassar Kimi novamente, mas para o chefe da McLaren Ron Dennis, o seu piloto devolveu a posição corretamente. Agora Hamilton terá que remar ainda mais para alcançar seu primeiro título mundial, restando cinco corridas para o término da temporada ele aparece com dois pontos de vantagem para Massa. (Foto: Frank Augstein/AP)

- FÓRMULA 1

8 comentários:

Fábio Andrade disse...

Não achei tão absurdo. Hamilton cortou a chicane deliberademente e obteve vantagem na manobra seguinte.

http://br.youtube.com/watch?v=70rXr2Mkq_M


Fica explícito que ele não tira o pé do acelerador e obtém mais tração. Ele devolve a posição a Raikkonen mas já está na cola do ferrarista, pronto a atacar de novo.

Concordo com a punição, apesar de compreender quem não concorda.

Daniel Leite disse...

Eu acredito que a devolu�o da posi�o tenha sido "fajuta". Ele imprimia maior velocidade por n�o ter freado na curva e se aproveitou disso. Acho que deveria ser punido. S� n�o sei se desta forma, visto que n�o s� Hamilton foi prejudicado, como Massa foi muito beneficiado. Afinal, foram seis pontos alterados. Se fosse poss�vel, descontaria dois ptos. de Hamilton - de maneira administrativa -, manteria a vit�ria dele e n�o destinaria 10 ptos. a Felipe Massa.

At� mais!

Leandrus disse...

Eu não acho que a punição foi injusta. Já disse no meu blog que Hamilton, na minha visão, foi bem malandro. A culpa mesmo é do regulamento, que parece não dizer como um piloto deve devolver a posição.

Ah, e mais. Eu achei a punição justa, mas odeio intervenções pós-corrida. Até por causa da polêmica imensa que ela deixa...

Ateh!

Arthur Virgílio disse...

Só espero que essa polêmica não acabe com um campeonato mundial tão equilibrado.

Na minha opinião, foi justissíma a punição ao Hamilton, ele tirou proveito sim, ameaçou entregar a posição, mas aproveitou do vacuo para passar o Kimi. Uma decisão certa da comissão de prova.

Loucos por F-1 disse...

Assim como citei no meu Blog foi muito injusta a punição para Hamilton, ainda mais sabendo que a equipe consultou a direção de prova para ver se estava tudo certo com a devolução. Na regra não diz que ele tem que devolver a posição e manter um certa distância.
Certas decisões me irritam!!

Abraços!

Leandro Montianele

Leandro disse...

Roubaram o inglês! Ele entregou a posição e depois passou, estava mais rápido e o regulamento não diz quanto tempo deve ficar atrás quando isso acontece. Bom para Massa que passa a ser primeiro piloto na Ferrari e segue na briga do tão sonhado título.

Ellen Regina disse...

nas imagens de tv deu a impressão de q ele não entregara totalmente a posição antes de atacar novamente... não achei injusto não.