Mudou tudo na Fórmula 1

08:52 Net Esportes 9 Comments

A FIA resolveu fazer muitas mudanças para 2009, parece que estava querendo atrair mais o público por hora perdido com a atual crise mundial, mudou tanto que algumas dessas mudanças tiveram até que ser revistas, mudou até o horário do GP de abertura da temporada, na Austrália, mudou também a aerodinâmica dos carros e assim mudou a Fórmula 1, que acabou começando bem diferente de como terminou no ano passado.

Seria Ross Brawn talvez um santo milagreiro? ele começou na maior categoria do automobilismo como mecânico e virou chefe de equipe, mais do que isso salvou das cinzas a Honda praticamente falida, a transformou em Brawn GP e surpreendeu o mundo andando como nunca nos testes coletivos, mesmo assim os mais céticos ainda tinham dúvidas, não queriam acreditar, mas depois da corrida em Melbourne a certeza prevaleceu.

Impecável, o inglês Jenson Button reinou absoluto, saiu na pole e venceu a corrida, já Rubens Barrichello largou muito mal, tentou se recuperar e deu sorte no final quando Vettel e Kubica se enroscaram, acabou em segundo tornando realidade o que parecia ser um conto de fadas da equipe estreante, uma dobradinha de uma equipe nova na Fórmula 1 não acontecia desde 1954, quando a Mercedes conseguiu o feito no GP da França, antes disso só no ano de abertura com a equipe Alfa Romeo.

A Ferrari nem completou a corrida, o atual campeão Lewis Hamilton saiu no lucro ao herdar a terceira posição de Trulli que foi punido, Wiiliams, Red Bull e BMW pareciam que iam bem e acabaram mal, o que se viu foi a Renault de Alonso alcançando o quinto lugar, a Fórmula 1 mudou radicalmente, com difusor ou sem, poderá não ser tão disputada como nos últimos anos caso a Brawn continue dominando, mas parece que será muito bagunçada, em uma nova era que está apenas começando. (Foto: William West/AFP)

9 comentários:

Diego Maulana disse...

Se o Ross Brawn é santo eu não sei, mas ele é um dos gênios da F1. Não é a toa que comanda uma equipe que hoje é o centro das atenções da F1. Grande corrida do Button e de Hamilton e Glock e péssima corrida da Ferrari.

http://nomundodavelocidade.blogspot.com/

Loucos por F-1 disse...

Estas mudanças aerodinâmica surtiram um grande efeito. As constantes trocas de posições foram sensacionais, ótima corrida.
A Brawn GP voou em sua primeira corrida, eles estão muito rápidos, será difícil alguém segurar.

Abraço!

Leandro Montianele

Blog F1 Trulli disse...

verdade, mudou tudo, as novas regras conseguiram o efeito esperado da chance as outras equipes e o melhor é o equilíbrio que esta tento

+ a Brawn é o carro a ser batido agora

Abração
http://f1trulli.blogspot.com/

Fábio Andrade disse...

Por mais que eu questione os métodos usados para devolver a "emoção" à F-1, não dá pra negar que foi daquelas corridas inesquecíveis.

Julio disse...

A Brawn tem um carro muito superior as demais escuderias. Aproveitou melhor as mudanças do regulamento, fez um projeto com a aerodinâmica, o assoalho, bastante adaptados às novas novas regras, o que permitiu um melhor desempenho. Essa foi a mudança mais drástica, assim como a decaída da McLaren, que com sorte, conseguiu o pódio com Lewis.

Ron Groo disse...

A primeira corrid do ano é sempre cheia de surpresas... Mas dá pra ver que mudou muita coisa mesmo.
Espero que os outros reajam, afinal se um só ganhar fica chato.

Alexandre Silva disse...

Usando o mesmo motor da McLaren e se mostrou tão superior. Bom, tomara que a briga esse ano seja algo melhor que foi ano passado - que já foi mto boa - colocando mais uma equipe na parada ao invés de só Ferrari x McLaren.
Dá-lhe Rubinho, kkkkkk
Abraço
http://falandoprasparedes.blogspot.com

Leandrus disse...

Foram tantas mudanças que queriam até mudar a maneira de se declarar o campeão! Ainda bem que isso não aconteceu!

Eu era um desses céticos que achavam que a Brawn GP não era isso tudo e caí do cavalo. Belo desempenho deles na primeira corrida. Méritos para os pilotos, para Ross Brawn, que lutou como nunca para manter a equipe viva, e para aqueles que ficaram desenvolvendo o carro sem saber se a ex-Honda sobreviveria.

Gostei tb da corrida de Hamilton, muitos pensaram que ele se afobaria vindo lá de trás; porém, fez uma corrida correta, não correu riscos desnecessários e teve méritos por chegar em 3º. E isso tudo com um carro que nasceu ruim.

Ateh!

Camila Paulos disse...

Não manjo nada de F1, mas tenho fé no Felipe Massa. Esse ano não vai ter inglês que tire o título do brasileiro, e nem alemão bundão que atrapalhe.