Bem diferente desta vez

09:13 Net Esportes 2 Comments

Ninguém conseguiu acreditar quando o anuncio saiu na última sexta-feira, mas era a mais pura verdade. O sorteio das chaves do torneio de Wimbledon colocou frente a frente o americano John Isner e o francês Nicolas Mahut para atuarem na primeira rodada da competição. Seria apenas mais um jogo entre dois desconhecidos até, isso se ambos não tivesse também se enfrentado na primeira rodada do ano passado, e principalmente se aquele duelo não tivesse sido simplesmente o mais longo jogos de tênis em todos os tempos. A reação do público e de outros jogadores foram das mais variadas possíveis, inacreditável era o termo mais usado para descrever essa repetição improvável, tão improvável quanto ver o embate durar mais uma vez tanto tempo quanto durou o jogo de 2010, e isso realmente seria querer demais.

A diferença começou quando saiu a programação do segundo dia de disputas no All England Club. Isner e Mahut não jogariam mais na tão inexpressível quadra número 18 como jogaram no ano passado, desta vez eles foram colocados para disputarem a partida na quadra número três, que pode ter uma facilidade maior na cobertura televisiva e que também pode receber um bom público, afinal depois do que aconteceu em 2010 seria extremamente natural o interesse da várias pessoas, se os jogadores tivessem tido desde então uma carreira com melhores resultados talvez atá a quadra central pudesse receber esse jogo, mesmo que ele não fosse tão emblemático quanto foi o encontro de um ano atrás. A expectativa de vê-los repetindo aquele feito naturalmente era grande, mas nenhum dos dois gostaria de reviver aquela batalha.

Mahut talvez fosse o que menos queria ficar de novo jogando eternamente na primeira rodada, o francês demonstrou desânimo nas entrevistas colotivas após o anuncio do embate, mesmo porque foi derrotado em 2010 após um esforço gigantesco. Isner estava um pouco mais entusiasmado, ganhou mais fama pelo acontecimento íncrivel que viveu e hoje é um tenista americano muito mais conhecido do que tantos outros que figuram na chave principal em Londres e que não recebem a atenção de ninguém, assim como ele não recebia antes de 2010. O jogo começou bem equilibrado até, com o primeiro set terminando com vitória de Isner no tie-brak apenas, mesmo resultado do terceiro set, tendo ainda um fácil e tranquilo 6-2 no segundo set, assim acaba muito rápido, assim não chega nem perto da maratona que foi no ano passado.

As diferenças entre o John Isner contra Nicolas Mahut de 2010 para o de 2011 são gigantescas como foi gigantesco o jogo do ano passado, a partida desta vez foi cerca de cinco vezes menor do que a outra. Duas horas contra onze horas, 34 games contra 183 games, 200 aces a menos, foram apenas 16. Esse jogo teve 72 winners contra nada menos que 490 da outra vez, além de 211 pontos jogados contra outra incrível marca de 980 pontos no total. John Isner e Nicolas Mahut se reencontraram na mesma primeira rodada de Wimbledon que marcaram suas vidas e a vida do tênis, porém era esperar demais que a história se repetisse daquela forma, aquilo foi um acontecimento úinico que talvez jamais se repita, nem com outros jogadores. Aqueles três dias ficaram eternamente marcados e jamais serão esquecidos, desta vez foi apenas mais um jogo que começou um dia e terminou antes do pôr do sol, rápido como a maioria das partidas de primeira rodada. (Por: Net Esportes Foto: Michael Regan/Getty Images)

2 comentários:

copa 2014 disse...

O portal eu vou a copa 2014, traz informações e notícias, entretenimento e serviços, e tudo sobre esportes e sobre as copas.
O portal tem por objetivo além de informar, fazer também com que as pessoas possa divundir suas idéias.
www.euvouacopa2014.com.br

gostei muito do seu conteúdo tenho um blog novo que fala sobre futebol curiosidades da uma olhada lá
abraço!!!!!!!!!!