Equivocados e muito certos

17:42 Net Esportes 2 Comments

Kelly Slater hendacacampeao de surf aspEsse ano o ASP World Tour, a maior competição de surfe do mundo, teve etapa até em Nova York, nas ondas de Long Beach e pagando um prêmio incrível de U$ 1 milhão de dólares, bem mais dos que os costumeiros 425 mil que pagam nas outras etapas, que bom para o australiano Owen Wright, esse surfista está com muita sorte e não é só por isso. Depois da Big Apple quem mais pagou em uma etapa foi o nosso Rio de Janiero, U$ 500 mil dólares, de onde vem essa grana toda na cidade que será sede da final da Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016 eu não sei. Hoje e até o próximo dia 11 de novembro a competição está em San Francisco, para coroar o campeão, cometer equívocos e ver que na verdade estavam mais do que certos.

Kelly Slater, que história incrível no esporte tem esse surfista fantástico. Onde ele estava entre os anos de 1999 e 2004? Porque não ganhou títulos nesse período? Mark Occhilupo, Sunny Garcia, C. J. Hobgood e principalmente aquele que já se foi desse mundo, Andy Irons, que faturou o caneco três vezes consecutivas podem responder. Depois disso apenas Mick Fanning em 2007 e 2009 conseguiu superar o tubarão dos mares, nos dois únicos anos dos últimos seis que Slater não foi campeão, ou seriam sete? Vinte anos de carreira e dez títulos nas costas, o maior surfista de todos os tempos se tornou decacampeão mundial de surfe, não é todos os dias que se faz isso, e não é aos 39 anos que ele vai parar de fazer.

Tem brasileiro competindo, Adriano De Souza venceu duas etapas e Gabriel Medina foi campeão na França. Tem muitos surfistas bons, tem Joel Parkinson, Taj Burrow, acreditem ou não Mick Fanning ainda surfa, mas nem ele e nem qualquer outro é como o Fanning de 2007 e 2009. Pode dizer que é incrível, inacreditável, louvável, um acontecimento que deve ser exaltado e lembrado para toda a eternidade. Kelly Slater conquista em 2011 o seu 11º título na carreira, ele não cansa, ele não para, ele não desiste e ele continua vencendo mesmo ficando cada vez mais velho. Kelly Slater é hendecacampeão mundial de surf, a maioria nem sabe se referir a um atleta que vence onze vezes. Só que ele não venceu ainda, a ASP se equivocou, fez as contas erradas, ainda faltam alguns pontos para isso se tornar mesmo verdade.

Penúltima etapa do campeonato nas geladas e desafiadoras águas de Ocean Beach, em São Francisco, na Califórnia. Até o próximo dia 11 de novembro, é tempo suficiente para vencer mais uma bateria e selar mais essa conquista, porém Owen Wright ainda tem chances matemáticas, o australiano deu sorte mais uma vez como em Nova York. Na verdade ele demonstrou competência por se manter vivo, perseguindo Slater a todo custo, uma tarefa praticamente impossível de se fazer. É tão impossível quanto ser campeão pela primeira vez, vai sonhando com onze. Wright precisa vencer em São Francisco e também em Pipeline, no Hawaii, além de torcer contra o decacampeão, para terminar empatado, fazendo o campeonato necessitar de uma etapa extra. A organização não se enganou, apenas antecipou o que era certo, Kelly Slater é hendecacampeão mundial de surf. (Foto: REUTERS/Kirstin Scholtz/ASP/Handout)

2 comentários:

Jean Francisco disse...

Parceiro, apesar do muito tempo sem escrever e longe do blog, fico feliz em perceber a continuidade do seu trabalho. Como sempre d excelente qualidade e conteúdo. Parabéns. Slater, é e sempre será um mito no mundo do esporte. Além da sua capacidade, profissionalismo e dom, sua humildade é impressionante.
Abs.
Jean Francisco
http://esportday.blogspot.com/

Net Esportes disse...

@Jean: Muito Obrigado Jean, fico muito feliz. um grande abraço e obrigado pela visita.