Cubs é campeão depois de 108 anos

10:42 Net Esportes 1 Comments

cubs, chicago cubs, world series, cubs vence world series, 108 anos depois, maldição, mlb
Para muitos era algo que jamais iria acontecer novamente. Para outros ainda havia uma esperança, mesmo que pequena, distante e quase impossível. Havia também aqueles que eram solidários ao time digno de pena, a equipe que era conhecida como os "adoráveis perdedores". Em Chicago o amante do beisebol tem duas opções de times para torcer, exatamente como é em Nova York, mas o White Sox também viveu por longos anos o seu jejum. Para eles era a famosa "Maldição dos meias brancas", que teve seu fim assim como a "Maldição do Bambino" com o Boston Red Sox. Mas com o Chicago Cubs, que sofreu com a "Maldição de Billy Goat", a espera foi maior, penosa, dolorosa e inacreditável. Foram 108 anos de jejum na maior seca de títulos de todos os esportes. Uma longa espera que finalmente acabou nesta quarta-feira, no histórico dia 2 de novembro de 2016.

O Chicago Cubs fora campeão da World Series duas vezes seguidas no início do século passado. Eles venceram em 1907 e 1908, mas não deram sequência à boa fase e, quase 40 anos depois, ainda sonhavam em ser campeões novamente. Era outubro de 1945 e a Segunda Guerra Mundial já havia acabado. O Cubs estava na World Series novamente, em mais um dia de festa e alegria no Wrigley Field. William "Billy Goat" Sianis, que era dono da taverna "Billy Goat", foi ver o jogo, mas estava acompanhado de seu aninal de estimação. Até hoje não se sabe se era um bode, chamado de Murphy, ou uma cabra ou cabrita. Mas o animal cheirava mal e foi expulso. Billy Goat não gostou da ideia, afinal havia comprado ingresso para ele e para o seu estimado animal. Então na saída jogou a praga - "Você nunca mais ganharam o título novamente".

Alguns dizem que a frase foi de que nuca mais chegariam na final, pois foi exatamente o que aconteceu. O Chicago Cubs não só amargou o maior jejum de títulos da história, como jamais conseguiu chegar na decisão. Isso aconteceu mesmo em anos memoráveis, onde perdeu a decisão da Liga por detalhes absurdos e acontecimentos inexplicáveis. No ano passado, depois de montar aquela que talvez possa ser considerada a equipe mais forte já montada visando até mesmo a temporada 2016, o Cubs renovou sua esperança apoiado na profecia de um filme inesquecível. Foi em "De Volta Para o Futuro 2" que Steven Spielberg dava como certo a conquista da taça em 2015. O porquê de vencer o Miami, que nem existia, ainda é um mistério. Mais uma vez, no entanto, eles pararam na final da Liga, sendo superado pelo New York Mets.

O fantasma de Billy Goat ainda atormentava. Mais de um século de espera, ninguém merece tamanho sofrimento e tamanha angustia de uma sina que nunca tem fim. Motivo de piada, e todos outros já superaram suas maldições. Uma hora teria que ser diferente, em 2016 tinha que ser diferente. E já foi diferente pelo simples fato de ter chegado na decisão. O Chicago Cubs pessou pelo San Francisco Giants e pelo Los Angeles Dodgers, mas havia um Cleveland Indians sedento pelas vitórias na World Series. O Indians também amarga um longo jejum sem títulos, conta com Terry Francona no comando e estava aniquilando seus adversários nos playoffs. Eles arrasaram com o Boston Red Sox em três jogos na Série Divisional. Já na decisão da Liga o Toronto Blue Jays só venceu uma vez. Para piorar eles fizeram 3 a 1 na World Series e decidiam em casa com duas partidas.

Será que, estando a uma derrota de perder a maior chance de suas vidas, o Chicago Cubs pensava na Maldição de Billy Goat? No jogo 5, Jon Lester venceu depois de ter perdido o jogo 1. No jogo seis Jake Arrieta volta e vencer novamente como havia feito no jogo 2. A série fica empata e vai para o derradeiro jogo sete, em Cleveland. E a vitória não veio fácil, demorou 108 anos, mas aconteceu. Se não bastasse sofrer por tantos anos, ainda havia de sofrer um pouco mais, vendo o rival empatar na nona entrada. É pouco? Então que venha a chuva e um atraso no jogo, a décima entrada e mais duas corridas anotadas. O Cleveland não se entrega, mas eles são Indians e não Cavaliers. Aqui é MLB e não NBA. O LeBron está longe e uma corrida apenas não é suficiente. O Chicago Cubs é campeão novamente, e o Cleveland Indians é novo time com a maior seca de títulos.

1 comentários:

Silvio Peters disse...

Não gosto de baseball mas foi épica essa final!