Justify coloca fim na 'Maldição de Apollo'

13:45 Net Esportes 0 Comments

kentucky derby
Nunca choveu tanto em Churchill Downs em toda a história do Kentucky Derby, uma história que começou em 1875. A pista de areia ficou encharcada e pesada, dificultando ainda mais a trajetória dos cavalos que viveram uma longa jornada até poderem estar aqui entre os 20 melhores escolhidos. E um deles é Justify, um competidor que logo já foi apontado como favorito para a vitória em Louisville, mas que não havia tido um início de corridas aos dois anos de idade. No Kentucky Derby, assim como a maioria das grandes corridas de turfe, as disputas acontecem com cavalos puro sangue de três anos de idade. Se o cavalo não iniciou sua vida competitiva aos dois anos de idade, dificilmente ele consegue triunfar em uma grande disputa aos três anos. A última vez que isso aconteceu foi em 1882, ainda nas primeiras corridas do Kentucky Derby que fora vencida naquela ocasião por Apollo.

Desde então nenhum outro cavalo ousou vencer o Kentucky Derby sem ter corrido aos dois anos de idade. O fato acabou ficando conhecido como a 'Maldição de Apollo'. Muitos tentaram, mas nenhum conseguiu. Ou pelo menos até este ano de 2018, exatos 136 anos depois, a maldição enfim teve seu fim. E coube à Justify conseguir o feito que já era considerado impossível de acontecer novamente. O triunfo de Justify foi incrível, mas pode ser justificado por um detalhe bem simples, pois ele já era considerado como favorito ao primeiro lugar mesmo sem ter corrido aos dois anos e mesmo com a 'maldição' de 136 anos de história. Foi a sexta vez consecutiva que um cavalo considerado favorito venceu o Kentucky Derby.

O outro fator que justifica a vitória de Justify é o fato dele ser treinado por Bob Baffert. Com seus inconfundíveis cabelos brancos o veterano treinador conseguiu a sua quinta vitória no Kentucky Derby e está a apenas uma de igualar o recorde de seis vitórias alcançadas por Ben A. Jones entre os anos de 1930 e 1950. Já o jockey Mike Smith venceu pela segunda vez em sua carreira, sendo que a outra havia sido em 2005 com Giacomo. Baffert foi também o treinador de American Pharoah, que em 2015 conquistou a tríplice coroa depois de 38 anos de jejum sem um cavalo alcançar a grande glória. Agora Justify já é considerado mais do que favorito a repetir uma conquista de poucos, mesmo sem ter vencido nada aos dois anos, pois o que importa mesmo é chegar aos três e receber as coroas de flores em seu dorso pelas glórias alcançadas.

0 comentários: