Contra a maldição da capa

12:10 Net Esportes 6 Comments

Daily Programme Deagu 2011 Maldição da Capa Cameponato Mundial de Atletismo Cover CurseCostuma ser muito comum no beisebol americano, as maldições, a famosa 'Maldição do Bambino' que aterrorizou o Boston Red Sox por 86 anos ou a 'Maldição da Cabrita', que até hoje é responsável pelo jejum do Chicago Cubs, que já está com mais de 100 anos sem um título da MLB. Mas o futebol não fica de fora, com a 'Maldição do San Siro', ou ainda o automobilismo, que conta com a 'Maldição do Drácula' e a 'Maldição da Pole'. Agora chegou a vez do atletismo, e logo no Campeonato Mundial que acontece em Daegu, na Coréia do Sul. Aconteceu uma, duas, três, quatro vezes seguidas, parou no quinto dia, praticamente um dia de descanso, porém retornou com força total no sexto dia. A 'Maldição da Capa' do programa diário não é plena, falhou neste sábado novamente, mas aterrorizou a maioria, principalmente os grandes favoritos.

Logo no primeiro dia, com o australiano Steven Hooker estampado aquela que se tornou a temida capa do programa diário do Mundial. O campeão olímpico de Pequim 2008, o vencedor da última edição do Mundial em Berlim 2009, vencedor de Copa do Mundo, Mundial Indoor, Jogos da Commonwealth, um atleta que era mais do que favorito, era o nome certo para vencer, com sobras, com show, com direito a estampar a capa do programa diário. Primeiro dia, primeira vítima da maldição, ainda nem era uma maldição. Steven Hooker conseguiu a façanha de errar suas três tentativas para 5,50m, não passou nem da fase de classificação, só não foi pior do que Edi Maia. Tudo estava apenas no começo, o pior ainda viria nos dias seguintes.

O dia seguinte, o segundo dias de competições do outro lado do mundo então começou. Na capa do programa diário estava ninguém menos do que o maior velocista da atualidade, o homem mais rápido do mundo, o raio jamaicano Usain Bolt. Trata-se de uma maldição, e maldição não perdoa ninguém. Grande final dos 100m rasos, expectativa enorme no Daegu Stadium e em todo o planeta com millhões de fãs vendo pela TV. Tudo que ninguém queria ver acontecer acabou acontecendo, as regras mudaram no ano passado, passaram a seguir o que já acontece a algum tempo na natação, quem queima a largada está eliminado. E quem queimou foi ele mesmo, Usain Bolt, a estrela do dia e a estrela da capa, mais uma vítima da terrível maldição.

E as vítimas não pararam no terceiro e quarto dia de competições em Daegu. Na verdade muitos pensaram que o fim havia chegado no terceiro dia, quando o cubano Dayron Robles deixou Jason Richardson e Liu Xiang para trás e venceu os 110m com barreiras, mas não por muito tempo. A organização reviu imagens da prova, determinou porque o chinês havia derrubado o último obstáculo, observou com nitidez a interferência do então vencedor que atrapalhou o desempenho do rival lhe tocando com a mão. Robles foi desclassificado e a maldição seguiu, até o dia seguinte quando trouxe na capa a musa do salto com vara Yelena Isinbayeva. A campeã olímpica, a recordista mundial, a estrela da capa, a quarta vítima da maldição.

A maldição da capa é terrível, ela não apenas impede o atleta que aparece por lá de vencer como ainda lhe priva até de levar uma medalha de prata ou de bronze, lhe tira até do pódio. A brasileira Fabiana Murer agradece o mal que assola os favoritos no Mundial de Daegu e comemora imensamente sua vitória histórica. Felizmente chegou o dia de descanso e a maldição deu uma pausa, viu inclusive o seu fim porque não era um dia de descanso comum, havia uma única prova neste dia e um único nome para estampar a capa do programa oficial, o da russa Olga Kaniskina, a campeão olímpica em Pequim 2008 e vencedora das últimas edições do Mundial que nem sabia que estava na capa. Finalmente a 'Maldição da Capa' teve o seu fim na Coréia do Sul.

Não por muito tempo. O sexto dia, a quinta-feira, a quinta vítima. Salto triplo feminino, Yargelis Savigne, medalhista de prata em 2005 e ouro nas duas últimas edições do Mundial. Não tinha como colocar outra atleta na capa do dia, mais um representante de Cuba, mais um que não deu sorte, não deu uma de Olga Kaniskina e foi obrigada a abandonar a disputa por lesão. A maldição voltou e no dia seguinte continuou aterrorizando, estava bom de mais para ser verdade, estava bom demais para os Estados Unidos que estampou logo duas atletas na capa, Carmelita Jeter e Allyson Felix. Só porque Veronica Campbell ficou em segundo lugar nos 100m? E dá-lhe maldição da capa, dá-lhe vitória da Jamaica.

Um dia não deu certo e no outro mudou um pouco o destino trágico dos amaldiçoados, Jeter e Felix levaram pelo menos as medalhas de prata e bronze respectivamente. Quem estampa a capa não tem como não temer, pensar que alguma coisa vai dar errado, uma lesão, uma queimada de largado ou algo inexplicável. Sally Pearson não pensa assim, sua confiança está inabalável e ela parte firme para uma corrida sólida e precisa, pulando cada obstáculo dos 100m com barreiras feminino e freando a maldição da capa mais uma vez na Coréia do Sul. Aos 24 anos de idade e depois da prata em Pequim 2008 e do ouro nos Jogos da Commonwealth ano passado a australiana faz história com uma corrida excepcional. Ainda resta um dia para a maldição fazer mais uma vítima, ou quem sabe ser quebrada de uma vez por todas, duas em oito pelo menos conseguiram esse feito tão grande quanto conquistar um título no Mundial de Atletismo. (Foto: Mark Ralston/AFP/Getty Images)

6 comentários:

Fogo disse...

Maldição da capa hehe não sabia de nada disso.

Gostei do blog, gosto de desporto.

Obrigado pela visita ao meu Fogo de Letras.

:***

.:JehFinhO:. disse...

cara muito maneiro o seu bg/site
muito sucesso pra ti..
http://www.diversao-web.com/

hum... interessante.

Angelus disse...

Nossa, eu não estava sabendo dessa maldição. Que coisa estranha...
Acontecer uma ou duas vezes até vai, mas 6?! Sendo que dois escaparam?
Muito estranho mesmo.

Gostei da forma como você narrou os fatos. Foi bem apropriado para esse mistério. Parabéns.

Patrick Araújo disse...

Que maldição tosca... hahahahaha... N sabia... O povo inventa tdo agora, o pior q a gente acaba acreditando nessas paradas do "Além"... eh impressionante...

Poxa Guilherme mto bom o comercial da Turkish Airlines, vou escrever sobre nessa semana... Valeu pela dica... Abs e uma ótima semana pra ti, que está com duas quintas e duas sextas \o/

Net Esportes disse...

@Patrick: hahaha eu me divirto com essas coisas, a coincidência é impressionante, seis em oito, só não sei quem saiu no último dia para saber se sofreu ou não com a maldição.

Sempre que eu achar alguma coisa legal te mando, pra mim é um prazer contrubuir com o Publicidade Esportiva !!!!