A hora da redenção

09:57 Net Esportes 9 Comments

Um não completou a prova da Maratona olímpica em Pequim 2008, a outra teve um mal-estar estomacal e foi apenas 23ª, de um lado o brasileiro Marílson Gomes dos Santos, de outro a britânica recordista mundial Paula Radcliffe, que chegaram a Nova York no último domingo com apenas um pensamento, buscar a redenção após a frustração, e com um grande e primoroso esforço, conseguiram.

Além de ter ído mal nos Jogos Olímpicos, Marílson ainda tinha outro peso nas costas, o de ter fracassado em uma das mais tradicionais provas do atletismo mundial em 2007 após ter sido campeão em 2006, mas o bi-campeonato veio finalmente esse ano, em uma disputa muito acirrada contra marroquino Abderrahim Goumri, em que o brasileiro alcançou a vitória após um belo sprint final na entrada do Central Park.

Para Paula Radcliffe, mãe, com 34 anos de idade, e bem desacreditada principalmente pelo fracasso olímpico, a tarefa parecia ainda mais difícil que a do brasileiro, mas a melhor maratonista do mundo provou que ainda tem fôlego, venceu com tranquilidade e assegurou nada menos que o terceiro título em Nova York, já que também venceu no ano passado e em 2004.

Um dia de muita festa e alegria pelas ruas de uma das maiores cidades do mundo, com mais de 38 mil correndo e outros milhares prestigiando e incentivando os competidores apesar de um frio intenso, uma força entusiasmante que o próprio Marílson admitiu ter ajudado muito, mesmo porque o queniano Paul Tergat, quarto colocado, se aproximava, e que Paula agradeceu muito, mais uma vez comemorando junto com sua pequena filha no colo. (Fotos: Shannon Stapleton/Reuters e Kathy Williens/AP)

-
MARATONA DE NOVA YORK

9 comentários:

Rodrigo Portuga disse...

Merecido, ele é um exemplo de brasileiro que não desiste nunca!

Anônimo disse...

Muito importante para o fundismo brasileiro ter um atleto bi-campeão da maratona de Nova Iorque. Só falta o ouro nas olimpíadas.

Pingo de Leite disse...

Redenção por um lado e tragédia do outro, com a morte de um barsileiro nessa msm maratona...

Washington disse...

muito merecido...

Anônimo disse...

ele esta de parabens.

Vinicius Grissi disse...

Nota triste da prova um brasileiro que morreu logo após completar o circuito. Uma pena.

Rodrigo Estevam disse...

Iaew cara blog ta show...

Grande vitória.. esse rapaz é um guerreiro

Da uma passada no meu blog xD
www.driblenet.blogspot.com

Leandrus disse...

Eu acompanhei no Engenhão a prova no Pan 2007 em que Marilson perdeu o ouro no finalzinho. Ele tb deve estar decepcionado com isso até agora. Que bom que ele ganhou agora; se não apaga a frustração das Olimpiadas, que ajude a conseguir melhores resultados daki para a frente.

Daniel Leite disse...

Heróico. Está provado, com esta magnífica vitória, que Marílson não era um azarão em 2006. Principalmente pela ultrapassagem épica no final.

Até mais!