Super Bowl em casa e o fim da Maldição

11:08 Net Esportes 0 Comments

No futebol normal, sem ser o futebol americano, teremos a final da Taça Libertadores da América sendo disputado em jogo único no estádio do Maracanã. O duelo irá reunir no Rio de Janeiro dois times de São Paulo: Palmeiras e Santos. A ironia de não ter o Flamengo jogando em casa um ano após ter sido campeão do mesmo torneio pode, incluindo a final do ano passo realizada no Chile entre um time brasileiro e um argentino, ter dado início à uma Maldição que o futebol americano vive a muitos a muitos anos no Super Bowl. Desde que a grande final da bola oval começou a ser disputada, jamais em toda a história o time da casa, ou seja, o dono do estádio escolhido para a decisão, conseguiu chegar lá. Tudo pelo menos até este ano de 2021, quando finalmente, indo contra todos os prognósticos, finalmente o time dono da casa escolhida para o Super Bowl conseguiu chegar lá.

Quem alcançou esta façanha inédita foi o Tampa Bay Buccaneers. Eles derrotaram o Green Bay Packers e estão no Super Bowl 55, que será disputado no Raymond James Stadium, casa do Bucs e previamente definido para ser o Super Bowl deste ano já a algum tempo, como sempre acontece. Fundado em 1976, o Buccaneers foi campeão do Super Bowl em 2002, sendo aquela até então a única vez que haviam sido campeão da Conferência. Este retorno triunfal, talvez nem tão esperado pelos maiores fãs da equipe, pode ser creditado em grande parte pela aquisição de Tom Brady, um dos maiores quarterbacks da história que deixou o New England Patriots, time onde jogou por 20 anos e conquistou seis títulos de Super Bowl. O veterano jogador segue dando trabalho aos 43 anos de idade.

O fato do Buccaneers ter conseguido quebrar a Maldição de jogar o Super Bowl em casa reflete um pouco tudo o que vem acontecendo nos últimos anos, com os times donos dos estádios chegando cada vez mais perto de conseguir essa façanha. No passado o primeiro a chegar quase lá foi o Miami Dolphins de 1970, que só voltou a ter a mesma chance em 1994 e 1998, sendo que neste período todo quase ninguém sequer sonhou. Mas as coisas mudaram a partir de 2014, com Arizona Cardinals e depois em 2016, com o Houston Texans, que foram elimiados pelo Patriots campeão daquele ano. A última foi já no ano seguinte, com o Minnesota conseguindo chegar até a final da Conferência, mas sendo atropelado pelo Eagles que depois também levou o caneco. A Maldição era tão grande que somente oito times donos do estádio onde seria o Super Bowl chegaram aos playoffs, os outros 44 foram eliminados na fase de classificação.

A vida do Buccaneers, no entanto, não será fácil mesmo após ter quebrado está grande maldição do time dono da casa do Super Bowl. Pela frente eles terão que enfrentar ninguém menos do que o atual campeão da NFL Kansas City Chiefs, de Patrick Mahomes que está jogando muita bola oval. E se não bastasse o grande rival, ainda tem o problema da pandemia de Covid 19, que deixou o público no estádio limitado. Quando finalmente um time chega na final jogado em seu estádio, ele não terá o apoio total do torcedor lotando as arquibancadas. Com isso resta saber se o primeiro time a jogar em casa o super Bowl também será o primeiro campeão do Super Bowl em seu estádio, mas se isso não acontecer então após o fim da Maldição do dono do estádio nunca chegar ao Super Bowl, permanecerá a do dono do estádio nunca ser campeão.

0 comentários: