Campeões 2020: Rafael Nadal

12:48 Net Esportes 0 Comments

O prêmio Net Esportes de melhores do ano talvez tenha sido meio injusto com Rafael Nadal ao longo dos anos. Em 2008 ele apareceu na lista depois de proporcionar uma jogo épico contra Roger Federer na final do Torneio de Wimbledon. Depois disso sumiu e viu o suiço, bem como Novak Djokovic, aparecerem nas lista muito mais vezes. O espanhol só voltou em 2017, ano marcado pelo seu retorno ao topo do tênis e quando alcançou a incrível façanha de ganhar seu décimo título de Roland Garros. Consagrado como o "Rei do Saibro", fica difícil subi-lo na lista "apenas" por sua conquista rotineira, mas ele pelo menos conseguiu algumas menções honrosas nos últimos ano quando seguiu aumentando sua coleção em Paris. Essas conquistas foram de suma importância para que ele pudesse alcançar uma outra marca para aí sim considerá-lo sem dúvida alguma entre os melhores do ano.

Djokovic bem que tentou, mas ele não conseguiu ver a cor da bola na final de Roland Garros 2020. Desde 2011 já era previsto, inclusive neste blog, que se continuasse ganhando em Roland Garros (como de fato aconteceu) Nadal iria alcançar e superar Federer em número de Grand Slam facilmente, e na época o suiço "só" tinha 16 Grand Slam. Ninguém pensou, no entanto, que Federer mostraria porque é um dos melhores de todos os tempos (se não o maior da história) e continuou ganhando Grand Slams, chegando à 20 e parecendo criar uma marca sólida. Isso poderia ter sido o bastante, mas Nadal seguiu com a sua rotina interminável no piso de saibro que mais ama em sua vida e alcançou Federer de uma forma incrível, com números expressivos e arrasadores.

Nadal estava nas menções honrosas e só entrou na lista em 2017 porque precisava de um algo a mais, um detalhe para fazer a diferença e deixar seu feito anual um pouco mais marcante. E isso não poderia acontecer em outro lugar se não na quadra central Philippe Chatrier do complexo esvaziado de Roland Garros pela Pandemia de Covid. Foi ali que ele não deu chances para Djokovic e nem para ninguém que ousou cruzar seu caminho. Nenhum set perdido em todo o torneio, a vitória de número 100 alcançada com apenas dois revés desde 2005, o décimo terceiro título na conta e a grande marca dos 20 Grand Slam de Roger Federer alcançada. Agora sim, Rafael Nadal é um dos maiores nomes do esporte em 2020 sem qualquer sombra de dúvidas.

0 comentários: