Tiger Woods onze anos depois

13:25 Net Esportes 0 Comments

Tiger Woods
O golfe é um esporte relativamente restrito no sentido de poucos sabem muito sobre ele e, muitos não sabem nada em relação ao que acontece em seu universo. Isso se inverte de certa forma quando se fala em Tiger Woods. Tenha sido exclusivamente pelo seu talento nato ou por um marketing bem feito, a verdade é que o jogador americano ganhou o mundo e fez do golfe um esporte um pouco mais popular de certa forma, ou pelo menos um pouco mais do que fizera Jack Nicklaus, Gary Player, Analnold Palmer ou Nick Faldo. Quando se falava em golfe todos lembravam de Woods, era como falar de NBA e Michael Jordan, de Fórmula 1 e Ayrton Senna, de futebol e Pelé ou Boxe e Mike Tyson, talvez. E tudo começou lá atrás em 1997, quando Tiger vencia seu primeiro torneio Major. O segundo só veio em 1999, mas a ascensão nos anos 2000 foi meteórica, com chances de vencer os quatro Major´s no mesmo ano e mantendo seu ritmo intenso de conquistas até pelo menos o ano de 2008, quando secou aquela fonte de grandes conquistas.

Algum tempo depois Tiger Woods sofreria um golpe tremendo em sua vida pessoal, mas um pouco antes disso ele já estava sofrendo com os resultados ruins. Os principais problemas não era psicológicos, como viriam a ser em breve, provavelmente. Os problemas na época eram lesões, e elas viriam lhe atormentar por muito tempo ainda depois disso. Foi então que Tiger acabou sendo arrebatado por um golpe fulminante. Vítima de um escândalo sexual, acusações de adultério, ele teria traído sua esposa com mais de cem mulheres, o divórcio se torna inevitável. Tiger se afastou dos filhos, teve apoio da mãe e com ela fez um singelo pedido de desculpas no programa da Oprah Winfrey. A maioria dos patrocinadores se retiram, sua presença na lista dos esportistas mais bem pagos de cada ano deixa de se repetir e só a Nike se mantém junto ao atleta que até então era idolatrado e visto como exemplo.

Depois disso Tiger Woods se afastou das competições por um tempo, e quando voltou não era mais o mesmo. Demorou alguns anos para voltar a ser campeão, mas as costumeiras vitórias em torneios menores do PGA Tour não eram suficientes para voltar a vê-lo como aquele bom e velho Tiger Woods. Ele precisava voltar a vencer torneios Major, mas sua vida nessas competições nunca mais foi a mesma. Tiger ficava no "corte" que é quando o jogador é eliminado após os dois primeiros dias de disputas. Tiger por diversas outras vezes teve que se afastar devido à lesões, e era obrigado a fazer novas cirurgias e amargar mais algum de tempo de recuperação. Contra ele havia também o tempo passando, a cada ano ele não ia ficando mais novo, e o mundo começava a questionar se ainda seria possível ele voltar a ser o bom e velho Tiger Woods de sempre. Aos 43 anos o próprio jogador pensou em desistir e encerrar a carreira.

O mundo todo, os torcedores que não o abandonaram, os fãs que continuaram ao seu lado e acreditando agradecem imensamente por isso não ter acontecido. O ano de 2008, quando ele venceu o US Open, o seu último Major, o 14º de sua carreira, ficou para trás. Onze anos se passaram e a projeção de vê lo superar os 18 Major de Jack Nicklaus desapareceram completamente. Muitos duvidavam e poucos acreditavam que um dia ainda seria possível erguer uma taça de Major. Mas Tiger, mesmo com tantas dificuldades, persistiu em seu objetivo que sempre pareceu tão simples de ser alcançado no passado, e tinha que ser em Augusta, no Masters de Augusta, em um lugar emblemático e místico, pois magia era o que faltava para uma conquista tão mágica como essa pudesse acontecer novamente. A vibração após a última tacada parece ainda mais vibrante do que a primeira a mais de 20 anos atrás, e ficou ainda mais completa quando logo depois veio o abraço da mãe e dos filhos, que estavam lá também. Demorou muito, mas ele conseguiu, Tiger Woods voltou a ser grande como era no passado.

0 comentários: