Campeãs 2021: Naomi Osaka

12:47 Net Esportes 0 Comments

Foi em uma quinta-feira, no dia 18 de fevereiro de 2021, na Rod Laver Arena, a quadra central do Melbourne Park, que todos os anos recebe o primeiro Grand Slam de tênis de cada ano. Não era normal, no entanto, ver o Aberto da Austrália acontecendo no segundo mês do ano ao invés do primeiro, mas compreensível devido à pandemia de Covid-19 que obrigou os jogadores a continuarem tendo que chegar lá no mês de costume para fazer o quarentena obrigatória. O público também era limitado, e poucos deles estavam lá naquele dia vendo a veterana Serena Williams. Eles testemunharam aquilo que muitos chamaram de derradeiro final da tenista americana, talvez não um fim definitivo como uma aposentadoria, mas provavelmente um final esperado onde nunca mais ela será a mesma, tal como sua irmã Venus que joga até hoje, mas não chega à lugar nenhum como tantas vezes chegou no passado recente. Que bom para a japonesa Naomi Osaka. Ela atropelou, chegou na final e foi campeã, mas será que ela é tão boa assim?

Ela tem apenas 23 anos, muito chão pela frente e muitas oportunidades de provar o seu talento. Mas ainda falta muito para Osaka, principalmente na grama e no saibro. A representante do Japão sempre chega, porém nunca consegue passar da terceira rodada em Roland Garros e em Wimbledon. A seu favor, no entanto, um fato curioso é que sempre que chegou na quarta rodada de um torneio de Grand Slam ela não perde até levantar a taça. Na contrapartida vem o fato que isso só aconteceu quatro vezes até hoje, e apenas uma vez em cada ano. Tudo começou em 2018, quando ganhou da Serena lá na casa dela em Nova York e levou o US Open pela primeira vez. Em seguida já faturou seu primeiro Aberto da Austrália, mas desacelerou e ficou até o final de 2020 e começo de 2021 para repetir a dobradinha de conquistas nas quadras duras dos Estados Unidos e da Austrália.

Pobre Jennifer Brady, ela quase não tem chances contra a japa que aniquilou Serena Williams e que não perde de jeito nenhum a partir da quarta rodada de um torneio de Grand Slam. Naomi Osaka fatura pela segunda vez o Aberto da Austrália, novamente depois de ter vencido o US Open do ano anterior. Tudo muito bom, tudo maravilhoso, mas a vida segue. É preciso mostrar um pouco mais no saibro, na grama, ou até mesmo vencer mais um Grand Slam no mesmo ano pelo menos. Com um pouco mais de regularidade ela tem talento e potencial para dominar o circuito, o ranking e as rivais, a mesmo que não tenha sido o fim de Serena, que a americana reaja e consiga dar o troco na japonesa. Isso parece bem difícil de acontecer, principalmente se Osaka já tiver passado da terceira rodada.

0 comentários: