Mundial de Natação: Katie Ledecky

11:17 Net Esportes 0 Comments

Houve um tempo em que ela não sabia nem o que era ganhar uma medalha de prata, pois ela só ganhava de ouro. Ainda hoje ela mal sabe o que é ficar na segunda colocação, pois aconteceu apenas sete vezes, sendo três delas em Olimpíadas e três em Campeonatos Mundiais. Em 2018 ela ganhou o único bronze de sua vida, foi no Pan-Pacífico, na época que se arriscava nos 200m livres. Mas quando se fala de 400m, 800m, 1.500m e os revezamentos 4x200m, aí não tem para ninguém, a americana Katie Ledecky domina como jamais alguém dominou em toda a história e hoje ela é a maior medalhista em Campeonatos Mundiais de Natação, seja no total de ouro como no total de medalhas conquistadas.

Em Budapeste os melhores nadadores do mundo caíram na piscina. Ou pelo menos alguns deles estavam lá, pois muitos que brilharam nas Olimpíadas acabaram faltando. Assim alguns grandes nomes surgiram, jovens promissores, incluindo uma nadadora canadenses simpática e um nadador romeno metido e arrogante. Eles são recordistas júnior e devem dominar suas provas em Paris 2024. Mas a grande estrela Caleb Dressel desiste no meio por problemas médicos e vai embora, fazendo com que todas as atenções se voltam para o feminino.

No meio da nova geração ainda aparecem alguns nomes antigos como Rūta Meilutytė, que venceu os 50m nado peito. A outra velha conhecida é a sueca Sarah Sjöström, que faturou medalha de ouro nos 50m livres, 50m borboleta e foi prata nos 100m livres. Sarah deu um show em Budapeste, chegando a vinte medalhas em Campeonatos Mundiais, sendo dez delas de ouro. Foi uma performance incrível e louvável, mas mesmo com tantas glórias ela ainda ficou para trás da pequenina gigante chamada Katie Ledecky.

É claro que Ledecky tem a vantagem de nadar mais provas, mas foi exatamente isso que ajudou Michael Phelps a fazer história. Ela ganha sem dar chances para ninguém nos 1.500m, nos 800m e até nos 400m. No total Katie Ledecky chega a 22 medalhas em Campeonatos Mundiais, sendo apenas três de prata e nenhuma de bronze. Com 19 de ouro nunca ninguém nem chegou perto. Ledecky deixa para trás Natalie Coughlin, que tinha 20 medalhas no total, mas apenas oito eram de ouro. Sarah Sjöström também tem 20 medalhas, com dez sendo de ouro. A diferença é que Ledecky tem 25 anos e Sjöström tem 29.

A história de Katie Ledecky já é incrível e pode ser ainda maior, pois no ano que vem já tem Mundial novamente e daqui a dois anos volta as Olimpíadas.

0 comentários: