Lindsey Vonn no Net Esportes

15:51 Net Esportes 0 Comments

net esportes
A esquiadora americana Lindsey Vonn teve uma carreira gloriosa no esqui alpino. A musa das neves conquistou títulos e acumulou recordes, ao mesmo tempo que lutava contra lesões que a impediram de ser ainda maior do que foi. Os problemas a tiraram de Olimpíadas e culminaram na decisão que poucos estavam preparados para ouvir, a decisão de se aposentar das competições. Vonn deixa as montanhas brancas como a maior esquiadora da história, mas sem antes bater o recorde de vitórias entre qualquer esquiador (incluindo mulheres e homens) do qual esteve tão próxima. Desta forma, com sua despedida deste esporte de Inverno tão peculiar e tão perigoso, o blog Net Esportes lhe faz uma homenagem relembrando a maioria das vezes que ela foi, merecidademente, mencionada por aqui.

Dezembro de 2007 - A primeira vez que Lindsey Vonn foi citada no blog. Ela ficou em segundo lugar em uma prova de downhill, mas liderava a classificação na descida livre, que era sua maior especialidade. Em seguida, na Áustria, ela conseguiu ficar com a primeira colocação e ganhou uma postagem com foto pela primeira vez. O mês estava quente para a esquiadora americana e ela foi mais uma vez destaque com uma vitória consecutiva.

Março de 2008 - Apesar da Copa do Mundo de esqui alpino se decorrer ao longo do fim do ano e início do ano seguinte, Lindsey Vonn só voltou a ser destaque no blog com matéria completa e foto quando ganhou pela décima vez uma prova de downhill, estabelecendo na época um recorde nunca antes alcançado por uma esquiadora dos Estados Unidos. Logo em seguida ela garantiu o título geral do Copa do Mundo de esqui alpino pela primeira vez na carreira, culminando em uma dobradinha com seu compatriota Bode Miller no masculino em um feito que não ocorria desde 1987.

Novembro de 2008 - Agora consagrada, Vonn foi destaque em um artigo que exaltava seu favoritismo para vencer o título de campeã geral mais uma vez.

Fevereiro de 2009 - Vonn foi citada em alguns artigos e, antes do Campeonato Mundial de 2009, apareceu mais uma vez como favorita para várias disciplinas de esqui alpino. E ela venceu, levou duas medalhas de ouro, mas ao comemorar machucou a mão em uma garrafa de champagne e ficou fora das provas seguintes.

Março de 2009 - O corte na mão e a cirurgia não impediram Vonn de retornar às competições. Com mais uma vitória ela ficou praticamente com a mão na taça. Na etapa seguinte a alemã Maria Riesch brilhou e a decisão do título acabou sendo adiada. A conquista definitiva do bicampeonato veio em grande estilo, vencendo o downhill em Are, na Suécia. Ela nem imaginava na época, mas sua última prova da carreira seria esta e neste mesmo lugar, mas com uma terceira colocação.

Outubro de 2009 - É lançada nas redes sociais uma campanha sobre a história de Lindsey Vonn que visava brilhar nas Olimpíadas de Inverno de 2010 no Canadá.

Dezembro de 2009 - Já sofrendo com lesões Vonn só conseguiu vencer uma etapa da nova temporada da Copa do Mundo em dezembro. Mais tarde, mesmo com problemas no clima, ela conseguiu assumir a liderança na classificação geral.

Janeiro de 2010 - Com um adiamento de uma prova, Vonn aproveitou a chance e venceu três provas no mesmo final de semana conseguindo o famoso hat-trick. Mais tarde ela perdeu a liderança geral para Riesch, mas reassumiu com uma grande reação e recuperação.

Fevereiro de 2010 - Com a proximidade das Olimpíadas, Vonn foi destaque da revista SI Swimsuit, sendo fotografada com trajes de banho e posições polêmicas. Pouco antes do início dos Jogos Lindsey Vonn anuncia que está com uma lesão e uma dor insuportável. Com muita determinação e força de vontade, ela superou o problema e as polêmicas fora das competições para brilhar na prova de downhill das Olimpíadas de Vancouver 2010 e faturar a medalha de ouro pela primeira vez na sua brilhante carreira, que acabou sendo a única de ouro. No Super-G ela ficou com o bronze.

Março de 2010 - Já esquecendo Vancouver, Vonn conquista o título de algumas disciplinas por antecipação. Antes do final do mês a rainha alcançou sua consagração com o terceiro título geral da Copa do Mundo.

Julho de 2010 - No prêmio ESPY, da ESPN, ela levou como melhor atleta feminina e melhor atleta olímpica.

Janeiro de 2011 - Tem início uma disputa acirrada entre Lindsey Vonn e sua amiga Maria Riesch.

Fevereiro de 2011 - Fatura o prêmio Laureus de 2011 como melhor atleta feminina do ano. Fica apenas com uma de bronze no Mundial de 2011, apesar do esforço.

Março de 2011 - Disputa entre Lindsey Vonn e Maria Riesch fica acirrada, deixando uma dúvida sobre quem seria a campeã. E quem acabou vencendo, por apens três pontos de diferença, foi a alemã Maria Riesch.

Outubro de 2011 - No início da temporada seguinte Vonn começou de forma arrasadora.

Dezembro de 2011 - No lado de fora das competições, Vonn se separa do mardo Thomas Vonn, mas continua usando o sobrenome de Vonn que a tornou famosa no mundo inteiro.

Fevereiro de 2012 - Lindsey Vonn entra para o seleto clube de esquiadores com 50 vitórias na carreira, tanto no feminino quanto no masculino.

Março de 2012 - É eleita pelo blog como a terceira mais bela do esporte mundial. Em seguida é exaltada como uma das maiores esquiadoras de todos os tempos.

Dezembro de 2012 - Aparece como um dos destaques na lista Net Esportes de melhores do ano de 2012.

Janeiro de 2014 - O triste anúncio de que estaria fora da disputa das Olimpíadas de Inverno de Sochi.

Janeiro de 2015 - Vonn seguiu vencendo o título de várias disciplinas, mas o título geral não ganhou mais. Isso, no entanto, não a impediu de continuar batendo recordes até se tornar a maior vencedora de provas individuais da história superando Annemarie Moser-Pröll.

Março de 2015 - A última postagem sobre Lindsey Vonn exalta mais um Globo de Cristal na conta. Em 2016 ela venceria o downhill novamente. Terminou a carreira com 82 vitórias em 16 temporadas, muito próxima do sueco Ingemar Stenmark, que venceu 86 vezes. Alguns diziam que ela só iria se aposentar depois que chegasse à vitória 87, mas as lesões impediram e ela diz adeus aos 34 anos, mas sem antes ter deixado sua marca na história. Lindsey Vonn foi a maior esquiadora de todos os tempos, e valeu ter registrado aqui alguns dos momentos mais sublimes dessa sua brilhante carreira.

0 comentários: